FECHANDO O CERCO

Polícia faz buscas por bandidos que assaltaram banco de Ulianópolis

Os criminosos usaram explosivos para detonar dois terminais de autoatendimento e um cofre. Moradores da cidade foram feitos reféns.
Por G1 PA — Belém


Bandidos invadem agência bancária em Ulianópolis, no Pará. — Foto: Reprodução  Bandidos invadem agência bancária em Ulianópolis, no Pará. — Foto: Reprodução
Bandidos invadem agência bancária em Ulianópolis, no Pará. — Foto: Reprodução

Equipes das Polícias Civil e Militar estão em Ulianópolis, sudeste do Pará, neste sábado (1º). Elas fazem buscas pela quadrilha que assaltou uma agência do Banco do Brasil, na noite de sexta-feira (30). A ocorrência começou por volta de 21h e durou pouco mais de uma hora, de acordo com as informações Polícia Civil.

Na fuga,os bandidos foram em direção à saída da cidade, que estava bloqueada pela PM, tanto no sentido da BR-010, quanto no sentido de Dom Eliseu.

Devido a barreira, a quadrilha ficou rodando por dentro da cidade, até seguirem em direção à zona rural de Ulianópolis, por meio de uma estrada vicinal, onde as buscas são realizadas desde a noite de sexta.

Foram enviados para o município policiais civis da Delegacia de Repressão a Roubos a Bancos (DRRB) da Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), militares do Comando de Policiamento Regional e do Comando de Operações Especiais (COE), para reforçar as buscas.

Ação criminosa
Um grupo de assaltantes invadiu a cidade efetuando disparos, em pelo menos dois veículos. Eles seguiram até o banco, pegaram moradores como reféns e os usaram como "escudo humano" perto da agência. Os criminosos usaram explosivos para detonar dois terminais de autoatendimento e um cofre.

Os bandidos liberaram os reféns antes de fugir. Não há registro de feridos. Ainda não se sabe quantos homens participaram da ação, nem qual valor foi roubado do banco.
Compartilhe no Google Plus

Sobre CHICO DUVALLE

Chico Duvalle - Jornalista DRT-MA 1741 / Radialista DRT-MA 1008
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Publicar um comentário