RUI COSTA CRITICA DOIS PONTOS DA REFORMA DA PREVIDÊNCIA


Governador não concorda com a retirada da Previdência da Constituição e a criação de um sistema de capitalização

Rodrigo Aguiar

O governador Rui Costa (PT) criticou dois pontos da proposta de reforma da Previdência: a retirada do tema da Constituição e a previsão de um sistema de capitalização.
“Nós vamos ainda analisar detalhadamente a proposta apresentada hoje, mas em um primeiro olhar tem coisas que nós não podemos concordar”, afirmou o petista, em vídeo postado no Facebook. Para Rui, é “inadmissível” retirar a Previdência da Constituição.
“A primeira coisa, e mais grave, é a tentativa de retirar da Constituição os preceitos da Previdência, ou seja, trazer para uma lei complementar os direitos previdenciários. Isso é muito arriscado, porque, estando na Constituição, qualquer alteração precisa de 3/5 do Congresso para alterar. Em uma lei complementar, é maioria simples”, argumentou.
Sobre o sistema de capitalização proposto, o chefe do Executivo baiano afirmou que “em um país tão desigual, de rendas tão distantes e uma grande maioria da população muito pobre, esse modelo vai empurrar quase a totalidade dos trabalhadores para receber no futuro apenas um salário mínimo”.
O governo federal informou que essa proposta de capitalização não será encaminhada neste momento ao Congresso.
“Será alternativo ao sistema atual, e só os novos [trabalhadores] é que poderão aderir. É para quem entrar no mercado de trabalho depois da lei complementar. Será de contribuição definida. As pessoas vão receber em sua aposentadoria de acordo com o que contribuir em sua vida laboral. Mas tem garantia de um salário mínimo”, declarou mais cedo o secretário de Previdência do Ministério da Economia, Leonardo Rolim.
Compartilhe no Google Plus

Sobre CHICO DUVALLE

Chico Duvalle - Jornalista DRT-MA 1741 / Radialista DRT-MA 1008
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Publicar um comentário