Últimas Notícias

CASO MARIELLE E ANDERSON

Freixo não vê indícios entre Bolsonaro e caso Marielle, mas o relaciona à milícia

"Ele tem relação com a sustentação de um grupo violento que matou um monte de gente”, diz o deputado federal do PSOL-RJ

Alexandre Santos
FacebookTwitter
Foto: Reprodução/Instagram


O deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ) diz não ver indícios que relacionem Jair Bolsonaro (PSL) ao assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL) e de seu motorista Anderson Gomes. O duplo homicídio completa um ano nesta quinta-feira (14) —dois dias após a prisão dos dois supostos executores, dentre eles um policial militar reformado que residia no mesmo condomínio onde o presidente mora atualmente.

“Não acredito. Isso não são indícios de que ele [Bolsonaro] tenha relação com o crime”, declarou Freixo em entrevista à rádio Metrópole na manhã desta quarta (13).

O parlamentar, por outro lado, afirma não descartar a ligação do clã Bolsonaro com as chamadas milícias. “O Bolsonaro defendeu a legalização das milícias. Sempre defenderam grupo de extermínio. Isso é normal? Isso pode? Eu acho que não. Mas ele [Bolsonaro] tem relação com a sustentação de um grupo violento, que matou um monte de gente”, disse Freixo.

Sem comentários