Últimas Notícias

SINDICATO DOS PROFESSORES NÃO COMPARECE A REUNIÃO COM A SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

O prefeito Oziel falou a imprensa no final do evento e reafirmou seu compromisso com a educação

O Centro Cultural de Luís Eduardo Magalhães ficou lotado para a reunião que discutiu a greve dos professores da rede municipal de ensino. A ausência de representantes do sindicato da categoria não impediu o andamento dos trabalhos e a busca por solução. 
Além do prefeito Oziel Oliveira, compareceram a secretária de Educação Rosilene Sertão; o secretário de Administração e Finanças, Ricardo Knupp; o secretário de Cultura e Turismo, Leandro dos Santos e os vereadores Luciano Santos, Silvano Santos, Santil Coqueiro, Raimundo da Nacional Motos, Víctor do Ferro Velho, Elton Almeida e Carlos Koch. Gestores, coordenadores e monitores escolares também marcaram presença. 
Segundo a secretária de Educação, Rosilene Sertão, o governo está aberto ao diálogo para analisar as propostas apresentadas pelo SINPROLEM. A chefe da pasta ressaltou que o governo vai conversar com os representantes de portas fechadas, para não comprometer a rotina escolar dos estudantes. 
“O nosso maior interesse é garantir o acesso das crianças e adolescentes às creches e escolas. Não podemos concordar que as reivindicações de uma categoria prejudiquem os próprios alunos, pais e responsáveis, que dependem da nossa rede para garantir a educação e bem estar dos filhos”, comentou a secretária. 
“Quero deixar bem claro que não temos nenhum problema com o sindicato. Respeitamos a pauta e desejamos unir forças para respeitar o educador. Se estamos aqui é porque trabalhamos juntos e nunca evitamos o diálogo”, complementou Rosilene Sertão.
Durante o encontro o prefeito Oziel Oliveira destacou a importância da negociação com os professores na busca por soluções, evitando assim prejuízos ao ano letivo dos cerca de 20 mil alunos assistidos pela rede municipal de ensino. O gestor garantiu a reforma de 16 escolas e falou sobre a construção de sete novas unidades no município. 
“Essas obras serão possíveis graças a gestão responsável do dinheiro público. As finanças da prefeitura estão equilibradas e agora que solucionamos problemas herdados do governo passado, podemos executar tudo o que foi planejado”, explicou o prefeito.










ASCOM -Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães/BA




Sem comentários