CÂMARA IMPÕE DERROTA A MORO E BOLSONARO E DEVOLVE COAF À ECONOMIA



Decisão foi tomada por 228 votos contra 210, com 4 abstenções. Texto da reforma administrativa do governo e destaques seguem ao Senado


Por João Pedroso de Camposa


O presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro (Rodolfo Buhrer/La Imagem/Fotoarena/Folhapress)

Em uma derrota para o governo do presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, o plenário da Câmara dos Deputados aprovou na noite desta quarta-feira, 22, por 228 votos contra 210, a volta do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) para o Ministério da Economia. O órgão de inteligência financeira e combate à lavagem de dinheiro havia sido deslocado para a pasta de Moro no desenho original do governo Bolsonaro.

A volta do Coaf para a pasta da Economia foi votada em um destaque apresentado ao relatório do senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) sobre a medida provisória 870, que trata da reforma administrativa. Antes da apreciação das emendas ao texto, o plenário aprovou a manutenção da estrutura do governo Bolsonaro em 22 ministérios.
Compartilhe no Google Plus

Sobre CHICO DUVALLE

Chico Duvalle - Jornalista DRT-MA 1741 / Radialista DRT-MA 1008
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Enviar um comentário