NINGUÉM SEGURA!


 EM JOGO DE 10 GOLS LEM BATE BAIANÓPOLIS E SEGUE INVICTA NO MASTER 2019
Seleção de LEM segue imbatível 

por Chico Duvalle
DRT-MA 1741
DRT-MA 1008


Foi um jogo emocionante do começo ao fim! Com duas novidades a Seleção de Luís Eduardo Magalhães encarou  Baianópolis na Estância do Jerivá na tarde deste sábado,25, e venceu por 6 x 4, mantendo-se invicta na competição.
O clássico do futebol máster entrou em campo cheio de rivalidades, no jogo de ida Luís Eduardo venceu pelo placar de 2 x 0, e além da vitória trouxe na bagagem muita reclamação contra a arbitragem em Baianópolis.
Quando o adversário entrou em campo, a Seleção de Luís Eduardo Magalhães já estava esperando a mais de 20 minutos, começou a ali uma nova história entre as duas seleções na categoria Master.
Para os donos da c asa a vitória manteria a invencibilidade no campeonato e apagaria a má impressão dos dois últimos jogos, os empates diante de (Cristópolis e Catolândia), para a partida deste sábado o técnico Gilmar iniciou com duas alterações promovendo a entrada de Zeca e Gabriel.

O JOGO
 Com a bola rolando a iniciativa foi da Seleção de Luís Eduardo Magalhães, Zeca e o atacante Viola chegaram por duas vezes, mas não conseguiram concluir, começava ali uma busca intensa por um gol e dar maior tranquilidade ao elenco.
O que a torcida não esperava era o gol de Baianópolis,  num contra ataque rápido o atacante Thiago chutou forte e cruzado para vencer o goleiro Lenda, 1 x 0 Baianópolis para festa do pequeno numero de torcedores que vieram da vizinha cidade.
O jogo ficou corrido, LEM buscava empatar a partida e Baianópolis respondia com Gago e Thiago em alta velocidade, pelas pontas e puxando os contra ataques eles lelvavam perigo para meta do goleiro Lenda.
Do banco de reservas o técnico Gilmar viu Baianópolis crescer no jogo, foi ai que ele desfez o esquema tático sacando justamente os novatos,  Zeca que estava sem ritmo saiu para entrada de Binho, e Nildo retornou a equipe no lugar de Gabriel, por sinal Nildo foi melhor jogador no empate diante de Catolândia).
A partir dai o time melhorou, e no primeiro ataque Neguinho lançou Viola que se livrou da marcação e chutou colocado, era o empate (1 x 1) da Seleção de Luís Eduardo Magalhães.
O técnico Gilmar pedia tranquilidade e capricho na ultima bola, e em novo contra ataque pela esquerda Viola  tocou  para Mill que apenas escorou  virar o jogo, 2 x 1, isso aos 26 minutos do primeiro tempo.
Luís Eduardo estava compacto, com saídas de bola pela direita e esquerda envolvia o adversário, aos 30 minutos, Mil, entrou à mil por hora e tocou para Neguinho que bateu forte na rede pelo lado de fora!
 Não demorou muito para Samira receber desta vez na direita e cruzar, Neguinho matou no peito e com estilo chutou forte para estufar a rede, 3 x 1, LEM, Neguinho estava a dois jogos sem marcar comemorou muito.
 No primeiro tempo ainda coube a Samira receber na direita e chutar forte, a bola tocou na rede a direita do goleiro, mas no contra ataque a bola chutada do meio resvalou no lateral Danda  enganando  Lenda, 3 x 2 LEM, e foi só no primeiro tempo.
A volta para o segundo tempo reservava muitas emoções, a  Seleção de Luís Eduardo Magalhães voltou antenada e pressionando com Viola, Mil e Neguinho, com tanta pressão os jogadores de Baianópolis não  conseguiam acompanhar a correria, em uma das investidas, Samira ganhou a disputa de bola no meio campo e lançou Viola que tirou do goleiro e tocou bonito para ampliar, 4 x 2.
A Seleção de Baianópolis  não se entregava, com algumas mudanças o treinador conseguiu arrumar a equipe com o atacante Gago usando a cabeça encostou no placar, 4 x 3 LEM, e não demorou muito para o meia Laerte de novo de cabeça empatar a partida  4 x 4.
A partir do empate a rivalidade entre as duas equipes entrou novamente em campo, os jogadores de Baianópolis reclamavam bastante da arbitragem, por outro lado Luís Eduardo queria a vitória.
Viola entrou pela esquerda e levou a marcação de três jogadores  e cruzou para Neguinho que entrava de cara para o gol, mas a zaga colocou para escanteio, era pura emoção.
 A pressão deu certo,  Samira desceu na diagonal e levantou para chegada de Neguinho que escorou para colocar LEM  outra vez em vantagem  5 x 4, o gol gerou muitas reclamações por parte dos atletas de Baianópolis, eles alegavam que Neguinho estava adiantado.
Após 10 minutos de paralisação o jogo foi reiniciado, a pegada foi a mesma, Luís Eduardo atacava e Baianópolis respondia com perigo e sempre esbarando nas boas defesas do goleiro Edvando.
Como no primeiro tempo, o ultimo lance do jogo  foi do atacante Samira, só  que dessa vez ele acertou o canto do goleiro de Baianópolis e deu cifras ao marcador, final LEM 6 x 4 Baianópolis. O vereador Santil Coqueiro prestigiou o jogo da Seleção ao lado do presidente da Liga - Manoelito, Santil disse que foi um bom jogo.

FICHA TÉCNICA

Árbitro: Ronildo Santos Souza
Assistentes:   Getúlio Silva Oliveira e Gilcleide Trindade Santos Juarez
Árbitro reserva: Vanuza Santos

Baianópolis: Edvando;  Luís, Luciel, Adeilson e Delmario; Anízio, Dando, Nem e Laerte;  Thiago e Gago. Chefe da delegação Rubens Mariani - Diretor de Esportes de Baianópolis. 

LEM: Lenda; Gabriel, Neto e Ailton, Danda; Carlos, Mil, Samira; Viola , Neguinho e Zeca
Gols LEM: Viola (2), Neguinho (2) Mil (1) e Samira (1)
Neguinho (marcou duas vezes)

Viola (Marcou duas vezes)

Mil (foto) e Samira completaram a goleada


Gols Baianópolis: Thiago (1), Gago (1), Danda (1 contra) e Laerte (1)






Vereador Eltinho chefe da delegação recepcionando a GCM



Ronildo Santos - Árbitro do jogo



Compartilhe no Google Plus

Sobre CHICO DUVALLE

Chico Duvalle - Jornalista DRT-MA 1741 / Radialista DRT-MA 1008
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Enviar um comentário