AERONÁUTICA SE RECUSA A DIZER SE MILITAR DETIDO COM COCAÍNA NA ESPANHA FOI REVISTADO NO BRASIL


O avião presidencial em Osaka, no Japão.

© JORGE SILVA (REUTERS) 
O governo brasileiro não informou se o militar detido em Sevilha, na Espanha, com 39 kg de cocaína passou por qualquer procedimento de fiscalização no Brasil antes de embarcar na aeronave reserva da comitiva do presidente Jair Bolsonaro brasileira que tinha como destino final a cidade de Osaka, no Japão, onde ocorre a reunião do G20. Alegando sigilo da investigação, um porta-voz da Aeronáutica disse que o fato está sendo apurado. Além de responder às autoridades espanholas, o sargento Manoel Silva Rodrigues, de 38 anos, agora é oficialmente investigado em um inquérito policial militar que tem até 60 dias para ser concluído. A apuração é tocada pela própria Aeronáutica.
Compartilhe no Google Plus

Sobre CHICO DUVALLE

Chico Duvalle - Jornalista DRT-MA 1741 / Radialista DRT-MA 1008
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Enviar um comentário