SONEGAÇÃO

Justiça bloqueia 36 imóveis de Neymar por processo de sonegação fiscal

Gustavo Gomes

De acordo com levantamento do jornal Folha de S.Paulo, a justiça bloqueou 36 imóveis registrados no nome do jogador Neymar, de sua família e suas empresas. A Receita Federal cobra R$ 69 milhões do atleta desde o julgamento realizado em 2017.

Entre elas, duas casas em condomínio de luxo, no Guarujá que, somadas, têm 3.000 m². O valor pago pelos dois imóveis, somados, foi de R$ 7 milhões. Hoje, valem R$ 14 milhões a preços de mercado.

Outro imóvel bloqueado, ainda de acordo com a Folha de S.Paulo, é 1 apartamento no bairro paulista Vila Mariana de 760 m², comprado em 2015 por cerca de R$ 6,1 milhões, que, hoje, é calculado em R$ 15 milhões.

Três apartamentos de Neymar em Itapema, município de Santa Catarina, também constam na lista de bloqueio. Um deles possui 470 m² e é avaliado em R$ 1,4 milhão. Os outros 2, “com tamanhos semelhantes”, foram adquiridos por R$ 2,4 milhões cada.

O jornal informa que outros 28 imóveis que o jogador possui no Estado de São Paulo também sofreram bloqueio pela Justiça. Se dividem entre Santos, São Paulo (capital), Guarujá, Praia Grande e São Vicente. Leia mais

Compartilhe no Google Plus

Sobre CHICO DUVALLE

Chico Duvalle - Jornalista DRT-MA 1741 / Radialista DRT-MA 1008
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Enviar um comentário