POLÍCIA CIVIL CONFIRMA REDUÇÃO DE CRIMES VIOLENTOS NO COMPARATIVO 2018/2019



A Divisão de Homicídios da Delegacia de Polícia Territorial de Luís Eduardo Magalhães, sob coordenação do Delegado de Polícia Dr. Joaquim Rodrigues de Oliveira, divulgou relatório semestral que comprova a redução do número de Crimes Violentos Letais Intencionais – CVLI’s (homicídio consumado, latrocínio consumado e lesão corporal seguida de morte) ocorridos neste município, comparativo este feito entre os anos de 2018 e 2019.

Segundo dados constantes no Sistema de Gerenciamento Estatístico – SGE, da Secretaria de Segurança Pública do Estado da Bahia, entre o período de 01/01/2018 a 04/07/2018, Luís Eduardo Magalhães registrou 25 (vinte e cinco) casos envolvendo homicídios e latrocínio consumados, ao passo que, no mesmo período, porém neste ano de 2019, foram registrados apenas 11 (onze) crimes da mesma natureza, o que, perfaz uma redução absoluta de cerca de 60% dos casos.

Em comparação aos anos anteriores, houve redução ainda maior dos casos de homicídios e latrocínios, haja vista que considerando o mesmo período acima citado, no ano de 2017 foram registrados 30 (trinta) casos, totalizando uma redução de 65% e, em 2016, haviam sido registrados 32 (trinta e dois) casos, o que perfaz uma redução de cerca de 70% dos crimes, levando em consideração o ano corrente.

Além disso, neste ano de 2019 já foram concluídos e remetidos ao Ministério Público, titular da ação penal, 11 (onze) inquéritos policiais que apuraram a prática do crime de homicídio doloso consumado e latrocínio consumado, todos com autoria definida, indiciamento e representação por prisão preventiva dos autores/partícipes.

Ainda, segundo o DPC Joaquim Rodrigues, destes 11 (onze) crimes violentos letais e intencionais, dos quais 10 (dez) foram homicídios dolosos consumados e 01 (um) se trata de latrocínio consumado (roubo seguido de morte), o Setor de Investigação já possui autoria definida de 10 (dez) casos, sendo que em apenas um crime de homicídio ocorrido a autoria ainda necessita de colheita de mais elementos de prova para ser elucidado. Diante desse quadro de autoria definida, a Autoridade Policial confirmou que já representou pela prisão temporária/preventiva dos envolvidos em tais delitos.

Na ocasião, o DPC Joaquim Rodrigues aproveitou a oportunidade para enaltecer e agradecer a valiosa colaboração e, especialmente, a credibilidade que o Poder Judiciário e o Ministério Público vem atribuindo às suas representações policiais, ressaltando que é de fundamental importância a atuação da Polícia Civil em harmonia com o interesse da sociedade, visando sempre combater a criminalidade que por ora se instalou no município de Luís Eduardo Magalhães.

Fonte: DPC Joaquim Rodrigues, Matrícula 20.502.398-2 / DT Luís Eduardo Magalhães
Compartilhe no Google Plus

Sobre CHICO DUVALLE

Chico Duvalle - Jornalista DRT-MA 1741 / Radialista DRT-MA 1008
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Enviar um comentário