A CASA CAIU PARA VENDEDOR DE PLANOS DE SAÚDE

Jovem é preso suspeito de vender planos de saúde falsos em Goiânia; vítima morreu à espera de consulta
Além disso, homem também é suspeito ofertar falsas vagas em cargos públicos, prometendo um salário de R$ 4 mil e pelas quais cobrava valores de até R$ 1 mil.


Por Sílvio Túlio, G1 GO


Um jovem de 26 anos foi preso suspeito de vender planos de saúde falsos, em Goiânia. Segundo a Polícia Civil, Marlos Luz da Silva Júnior cobrava até R$ 1 mil pelo serviço que nunca existiu. Uma das vítimas, Jovenil Ramos, 53, acabou caindo no golpe e morreu a espera de uma consulta para tratar problemas cardíacos. A polícia apura se a atitude de jovem foi responsável direta pelo óbito.

Além disso, ele também é suspeito ofertar falsas vagas em cargos públicos, prometendo um salário de R$ 4 mil e pelas quais cobrava valores de até R$ 1 mil.

Marlos foi preso na última quinta-feira (17), em cumprimento a um mandado de prisão preventiva. Segundo a polícia ele ainda não tem advogado e confessou "indiretamente" o crime.

"Ele confessou o crime, mas ele tenta, de alguma forma justificar a prática disso. Ele alega que não vendia o plano. Ele diz que pedia essa contribuição para tentar usar de uma suposta influência política que tinha em hospitais e redes de saúde", disse o delegado Cássio Arantes do Nascimento, responsável pelo caso. VEJA MAIS
Compartilhe no Google Plus

Sobre CHICO DUVALLE

Chico Duvalle - Jornalista DRT-MA 1741 / Radialista DRT-MA 1008
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Enviar um comentário