VEREADOR APONTA ASSESSOR DE COLEGA PARLAMENTAR NA "TRAMOIA" QUE RENDEU SUA CONDUÇÃO NA ELEIÇÃO DO CONSELHO


O vereador Luciano Santos (PSC), embora tenha sido conduzido pelo oficial da PMBA no último domingo por ocasião das eleições do Conselho Tutelar negou ao repórter João Bastia (Rádio Mundial) que tenha sido levado pelos policiais, na realidade o PORTAL VALLE que fazia a cobertura do evento presenciou toda discussão e a condução do parlamentar mirim até uma sala especial da escola José Cardoso de Lima, Luciano Santos foi seguro pelo braço esquerdo (sem violência) percorrendo cerca de 50 metros do local onde estava até a sala especial. 
O vereador explicou que não levou o titulo e quando estava próxima de entrar na seção para votar pediu orientação a mesária e foi ai que segundo ele tudo começou. Para Rádio Mundial o parlamentar mirim não declinou nomes, mas disse que um candidato ao Conselho Tutelar em conluio com um assessor de um colega vereador fizeram toda tramoia sem necessidade, porque segundo ele estava tentando baixar o aplicativo e-Titulo e não estava conseguindo, quando em determinado momento o tal candidato ao conselho e o assessor do vereador se aproximaram fazendo o tumulto, momento em que a Polícia Militar foi acionada. "Eu estava tentando apenas votar, eu sou honesto, sou honesto" desabafou o vereador. Conduzido pelos policiais até a sala onde estava o promotor de justiça ele foi ouvido e liberado sem mais problemas, o vereador Santil Coqueiro que estava do lado de fora foi solidário ao colega e assim que tomou conhecimento do fato manteve contato com o comandado da 85ª para se inteirar dos fatos, no momento em que estava falando ao telefone com o comando ele avistou o vereador Luciano deixando a Escola José Cardoso de Lima. 

COMPRA DE VOTOS
O vereador Luciano Santos, rechaçou a denuncia de que estaria comprando votos para sua candidata. "Aqui todos dessa cidade me conhece e não precisava usar de métodos baixos para macular minha imagem" disse o vereador. OUÇA A VERSÃO DO VEREADOR LUCIANO SANTOS AO REPÓRTER JOÃO BATISTA
O vereador Luciano Santos também negou que tenha doado areia para compra de votos de sua candidata. O procedimento que o nobre vereador estava tentando fazer em baixa o e- Título é correto, mas o motivo da sua condução foi o bate boca que teve com os policias. 
Compartilhe no Google Plus

Sobre CHICO DUVALLE

Chico Duvalle - Jornalista DRT-MA 1741 / Radialista DRT-MA 1008
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Enviar um comentário