ATENÇÃO ESCRITORES: JUSMARI APRESENTA PROJETO OSÓRIO ALVES DE CASTRO PARA PREMIAR E INCENTIVAR A LITERATURA BAIANA


A deputada Jusmari Oliveira apresentou um Projeto de Resolução na Assembleia Legislativa da Bahia, criando o Prêmio Literário Osório Alves de Castro. De acordo com o projeto serão premiados, anualmente, no dia 17 de abril (dia do aniversário de Osório), três escritoras ou escritores baianos, cujas obras, serão selecionadas com antecedência pela Comisssão de Educação da Alba, sendo que, o conjunto da obra também poderá ser objeto da premiação.
O projeto prevê que os três selecionados receberão uma placa e terão um dos seus livros, previamente escolhidos, reinpressos pela editora da Alba, com tiragem de mil exemplares. A premiação acontecerá em Sessão Especial, no Plenário da Assembleia Legislativa e será divulgada por toda a rede de comunicação da Casa. "Esta é uma forma que encontramos para incentivar, fortemente, a literatura em toda a Bahia como algo fundamental para a cultura do nosso povo e também servirá para manter vivo o nome do grande escritor de Santa Maria da Vitória, o saudoso Osório Alves de Castro" explicou Jusmari.
A parlamentar, que é formada em Letras pela UNEB - Universidade Estadual da Bahia - é admiradora da literatura e das artes como instrumentos de transformação social e como um dos principais caminhos para a democratização do conhecimento. "Acompanho a luta dos escritores da Bahia, principalmente aqueles do interior, que enfrentam muitos obstáculos para publicarem obras de qualidade e não tem o incentivo das diversas instâncias de governo. A criação deste prêmio preencherá esta lacuna e ajudará fortalecer a literatura em nosso estado" disse Jusmari. Ela enfatizou que a Bahia que ja deu ao Brasil nomes da estatura de Gregório de Matos, Castro Alves, Ruy Barbosa, o próprio Osório Alves de Castro, Jorge Amado, Capinam, Wally Salomão, João Ubaldo Ribeiro, entre tantos outros, precisa manter o seu protagonismo na literatura nacional.
QUEM FOI OSÓRIO ALVES DE CASTRO
Osório Alves de Castro, que dá nome ao prêmio leterário proposto pela deputada Jusmari Oliveira, foi um escritor baiano, nascido no dia 17 de abril de 1898 em Santa Maria da Vitória, na região Oeste e, falecido no ano de 1978 em Itapecerica da Serra, no interior de São Paulo. Sua obra prima é o romance PORTO CALENDÁRIO, ganhador, no ano de 1961, do Prêmio Jabuti, a mais importante premiação da literatura brasileira. Duas obras do autor foram publicadas postumamente: MARIA FECHA A PORTA PRAU O BOI NÃO TE PEGAR E BAHIANO TIETÊ. Outros dois livros escritos por Osório, permanecem aguardando publicação: NHONHÔ PEDREIRA E O LIVRO A CIDADE DO VELHO. No ano de 1982 as cinzas de Osório foram jogadas no Rio Corrente, na sua terra natal, Santa Maria da Vitória. Recentemente a Assembleia Legislativa da Bahia, em parceria com a Academia Baiana de Letras, reeditou o romance PORTO CALENDÁRIO.
Osório Alves de Castro, um oestino da gema, é um nome que precisa ser cada vez mais reverenciado pelas novas gerações, pelo seu talento e pela grandeza de sua obra literária.
Compartilhe no Google Plus

Sobre CHICO DUVALLE

Chico Duvalle - Jornalista DRT-MA 1741 / Radialista DRT-MA 1008
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Enviar um comentário