EM PRONUNCIAMENTO DE DESPEDIDA, MANDETTA ADOTA TOM DIPLOMÁTICO

 André Siqueira

Demitido na tarde desta quinta-feira, 16, do cargo de ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, fez um pronunciamento diplomático, em seu ato de despedida como comandante da pasta. Sem criticar o presidente Jair Bolsonaro, o agora ex-ministro disse que o período em que esteve à frente da Saúde “foi muito bom” e afirmou que deixa como legado “a defesa da ciência”.

Ao chegar ao auditório Emílio Ribas, no Ministério da Saúde, Mandetta foi aplaudido de pé por funcionários. No início de seu pronunciamento, com a voz embargada, Mandetta fez agradecimentos a integrantes de sua equipe. “Não posso medir o tamanho do meu agradecimento com que aprendi com vocês. Saio daqui com uma experiência fantástica”, disse.

Na tarde desta quinta-feira, Mandetta foi chamado por Bolsonaro para uma reunião no Palácio do Planalto. Ao voltar para o prédio da Saúde, disse que o tom da conversa foi pacífico, sem sobressaltos, ao contrário do clima beligerante que pautou a relação entre eles nas últimas semanas. No encontro com o chefe do Executivo, frisou que não poderia entregar o que o presidente queria e desejou que tudo desse certo.
Compartilhe no Google Plus

Sobre CHICO DUVALLE

Chico Duvalle - Jornalista DRT-MA 1741 / Radialista DRT-MA 1008
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Publicar um comentário