POLÍCIA CIVIL DESMANTELA QUADRILHA E RECUPERA "DEFENSIVOS AGRICOLAS" AVALIADOS EM R$ 2 MILHÕES DE REAIS

■ *11ª COORPIN/BARREIRAS-BA*
*DT/Luís Eduardo Magalhães/BA*
*“OPERAÇÃO PESTICIDE”*

■ *“DA OPERAÇÃO POLICIAL PESTICIDE”*
A Polícia Civil de Luís Eduardo Magalhães, através do Setor de Investigação, sob comando da Autoridade Policial DPC Joaquim Rodrigues, coordenada, ainda, pelo DPC Rivaldo Almeida Luz, Coordenador Regional de Polícia – 11ª COORPIN/BARREIRAS, após intenso trabalho de investigação policial que durou aproximadamente 08 (oito) meses, deflagrou na data de ontem 27/01/2021, a “Operação Policial Pesticide”, cujo objetivo era identificar os envolvidos, apreender produtos de crime e restitui-los aos proprietários, vítimas de inúmeros crimes de furto/roubo de produtos/defensivos agrícolas ocorridos em propriedades rurais localizadas na zona rural de Luís Eduardo Magalhães.
Assim, na data de 27/01/2021, logo no primeiro período da manhã, a Polícia Civil de Luís Eduardo Magalhães, devidamente dividida em 02 (duas) equipes, foram feitas diligências simultâneas em endereços residenciais dos alvos localizados no Bairro Santa Cruz, neste município, oportunidade na qual foram apreendidos produtos/defensivos agrícolas provenientes de crime, tendo como vítimas proprietários rurais de Luís Eduardo Magalhães/BA e também do município de São Desiderio/BA
Durante a continuação da operação, uma das equipes policiais se deslocou até uma residência localizada no Bairro Bosque dos Girassóis, com o intuito de cumprir um mandado de prisão temporária de um dos alvos da operação policial. Com a devida ordem judicial, a equipe diligenciou no interior da residência do alvo e apreendeu quantidade significativa de defensivos agrícolas semelhantes aos encontrados na residência do Bairro Santa Cruz, o que demonstra a associação criminosa entre os envolvidos.
Neste endereço, o alvo não foi localizado, no entanto, foi encontrado um documento que trazia um endereço de outro imóvel no mesmo Bairro Bosque dos Girassóis e, em razão das investigações apontarem a existência de um galpão onde o referido alvo armazenava e guardava produtos de crime, a equipe entendeu por bem se deslocar até o citado endereço. Tratava-se de um imóvel inabitado, em construção, o qual era utilizado como local de armazenamento de defensivos agrícolas de origem ilícita, tanto que foi apreendida grande quantidade de tais produtos, igualmente apresentados nesta unidade policial.
No decorrer da operação, surgiram novos elementos de prova que apontam a existência de outros indivíduos integrantes da associação criminosa voltada à prática de crimes contra o patrimônio alheio, em especial, contra propriedades rurais, cujo objetivo é a subtração de produtos/defensivos agrícolas. 
Por fim, cumpre informar que ao final da operação policial, estima-se que todo produto apreendido, isto é, defensivos agrícolas de diversas marcas e aplicações distintas em lavouras, esteja avaliado em aproximadamente R$ 2.000.000,00 (dois milhões de reais).

■ AUTORIDADE POLICIAL RESPONSÁVEL: *DPC Joaquim Rodrigues de Oliveira, 20.502.398-2.*
Compartilhe no Google Plus

Sobre CHICO DUVALLE

Chico Duvalle - Jornalista DRT-MA 1741 / Radialista DRT-MA 1008
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Enviar um comentário