VEREADORA SANDRA DA ONG VISITA NOVAS INSTALAÇÕES DA UNIDADE DO SAC EM LUÍS EDUARDO MAGALHÃES E REPROVA LOCALIZAÇÃO


Vereadora Sandra Ong (PSC) visitou nessa manhã a Unidade do SAC LEM

Desde foi foi empossada, a vereadora Sandra da ONG (PSC), tem visitado os órgãos públicos de Luís Eduardo Magalhães, o objetivo da parlamentar é conhecer agora oficialmente como fiscal do povo a realidade enfrentada pela população que tem reclamado muito sobre a falta de gestão pública. 

O Ponto SAC de Luís Eduardo Magalhães funcionava anexo ao antigo complexo administrativo da Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães, na Avenida Barreiras, no centro da cidade, e desde o final do ano a unidade da Rede SAC no município está atendendo a população em uma estrutura do terminal rodoviário, no bairro Boa Vista, saída para Brasília (BR 020 e Tocantins (BR 242).

Para a vereadora Sandra da Ong, o Governo do Estado e a gestão anterior não pensaram na população, o local é fora de rota, fica contra para aqueles que mais dependem dos serviços, disse Sandra. 

“Embora seja um terminal rodoviário, não existe nenhuma linha regular do transporte urbano do município para a Rodoviária, o ônibus do bairro é uma eternidade para ir e vir e ainda nos deixa muito longe do terminal” disse o estudante Marcelo Henrique Reis Cardoso, 18, anos que mora no Sol do Serrado.


A unidade atende a população de 8h as 12h, com funcionamento de segunda a sexta-feira via agendamento no SAC Digital, diante da situação o prefeito Júnior Marabá determinou que servidores lotados na Secretaria de Assistência Social ajudem a população com orientação para evitar o deslocamento até o SAC e por falta de documentos ter que retornar ao centro da cidade.

A vereadora Sandra da Ong lamentou a falta de compromisso com a população e disse que vai pedir explicações das autoridades do Estado sobre as condições de funcionamento do SAC que segundo a ela, está longe da realidade dos que mais precisam de atendimento. 

“Muitas pessoas moram distante e não tem transporte para chegar até aqui, além da falta de ônibus coletivo regular as maioria das pessoas tem outras situações para resolver na região central da cidade, aqui é muito distante” disse a vereadora.

Sandra da Ong conversou com usuários dos serviços e observou que a estrutura reúne todas as condições para um bom atendimento, o que falta mesmo é estar mais perto da população.

A vereadora disse a reportagem do LEM24HORAS que devido as ações de enfrentamento à Covid-19, a direção da unidade confirmou que está trabalhando em regime especial, apenas para serviços essenciais, como Antecedentes Criminais, RG e CPF, ela lembrou ainda que todo atendimento está sendo realizado através do SAC Digital












Compartilhe no Google Plus

Sobre CHICO DUVALLE

Chico Duvalle - Jornalista DRT-MA 1741 / Radialista DRT-MA 1008
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Publicar um comentário