CASOS DE DENGUE SUPERLOTAM A UPA

Lotação gerou reclamações de usuários
A Unidade de Pronto Atendimento (UPA), de Luís Eduardo Magalhães tem sentido o reflexo do descaso com a saúde preventiva do município nos últimos quatro anos. Exemplo disso foi o não cumprimento dos quatro ciclos de prevenção à dengue, necessários para redução drástica dos casos. Luís Eduardo não concluiu nem a primeira etapa.

O cenário de sobrecarga percebido nos últimos dias na UPA é na sua grande maioria de pacientes com sintomas de Dengue, Zica e Chikungunya.

 “A UPA está com uma demanda muito grande, porque estamos numa época de doenças como Dengue, Chikungunya e Zica. Além dos atendimentos normais, das emergências que a gente já tem, estamos recebendo uma quantidade bem grande desses pacientes com esses sintomas. Da semana passada até aqui, nós já tivemos 80 casos na UPA, entre essas três doenças”, contou a diretora da unidade, Marianna Constenla.

 Aliado a isso, como em todo o país, desde o início da Pandemia o foco da preocupação tem si do a Covid-19, e doenças sazonais como a Dengue ficaram negligenciadas.

Alguns sintomas da Dengue são muito parecidos com os da Covid-19, o que também atrapalhou o trabalho dos profissionais de saúde no momento da identificação dos casos. 

Busca por soluções

“O que a gente está tentando fazer é buscar outras alternativas. Estamos planejando um plantão de atendimento aqui na UPA. Montar uma outra estrutura, só para a gente poder atender a essas pessoas que estão com esses sintomas. E poder dar um atendimento melhor, uma acomodação melhor”, ressaltou. 

A equipe de saúde do Município, desde o início da gestão tem realizado um trabalho de conscientização para notificação desses casos. Além disso, os agentes de Endemias estão realizando palestras nos postos de saúde e visitas domiciliares na zona urbana e rural do Município. 

A reestruturação da Atenção Básica do Município também é uma das medidas para desafogar a UPA. Atualmente, 14 unidades já estão realizando atendimento com médico. A orientação é que a população busque os postos de saúde em casos de sintomas leves.

Compartilhe no Google Plus

Sobre CHICO DUVALLE

Chico Duvalle - Jornalista DRT-MA 1741 / Radialista DRT-MA 1008
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Enviar um comentário