LUÍS EDUARDO MAGALHÃES SOFRE COM ANTIGOS PROBLEMAS DAS CHUVAS



Neste sábado (11), Luís Eduardo Magalhães foi mais uma vez castigada pelas águas das chuvas comuns nessa época do ano. De acordo com os pluviômetros instalados na cidade pela Secretaria Municipal de Infraestrutura, no bairro Cidade Universitária choveu cerca 90 milímetros, no Mimoso 50 e na região do Jardim das Acácias 55 milímetros. Em alguns locais do município pluviômetros marcaram mais de 100 milímetros.

O maior alagamento foi causado exatamente na área de maior incidência de chuvas, no bairro Cidade Universitária. Lá a tradicional Gruta ficou com os carros do estacionamento cobertos por água. “A causa é a construção destes loteamentos que arrancam toda a vegetação e quando chove a água corre pra cá”, disse o proprietário de um dos veículos. 

*Estratégias*
Para diminuir estes impactos, a Prefeitura fez um estudo de bacias e já iniciou a construção de alguns ‘piscinões’ para retenção das águas. Um já foi construído no Mimoso 2, bairro que não apresentou problemas de alagamento até o momento, e ainda serão construídos mais alguns outros.

“Estamos solucionando um problema que se acumulou por 20 anos. Nestes períodos de maiores chuvas é que a gente consegue identificar os principais focos de alagamento”, disse o secretário de Infraestrutura, Franklin Willer. 

*Canal Rio dos Cachorros*
Neste domingo, 12, na área afetada próximo ao Canal dos Cachorros, a Prefeitura iniciou a remoção de três casas que já haviam sido desapropriadas em função dos riscos de desabamento.  As famílias foram encaminhadas para locais seguros e receberão total apoio da Secretaria de Assistência Social. A remoção dos imóveis, que serão indenizados pela Prefeitura, ocorreu no início da tarde. 

Com a expectativa de estiagem, o objetivo da Secretaria de Infraestrutura para esta segunda-feira, 13, é expandir a área de vazão do Canal.
Compartilhe no Google Plus

Sobre CHICO DUVALLE

Chico Duvalle - Jornalista DRT-MA 1741 / Radialista DRT-MA 1008
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Enviar um comentário