REVOGAÇÃO DE LUTO A LUÍS EDUARDO E ACM É VISTA COMO PROVOCAÇÃO A NETO

 

decreto do presidente Jair Bolsonaro (PL) revogando o luto oficial decretado para Luís Eduardo Magalhães e Antonio Carlos Magalhães foi visto por políticos baianos como uma clara provocação ao ex-prefeito de Salvador, ACM Neto, sobrinho e neto dos envolvidos, respectivamente.

Isso porque Bolsonaro tem um candidato ao Governo da Bahia, João Roma (Republicanos), que deve ser o adversário de ACM Neto na eleição.

Além disso, o presidente também revogou decretos de luto oficial de outros desafetos seus, como Roberto Marinho, fundador e dono da TV Globo, além do ex-editor da Folha de S.Paulo.

A revogação dos decretos foi vista com estranheza por técnicos, já que os mesmos perdem valor jurídico após o período de luto oficial. Portanto, o “revogaço” seria desnecessário.

Compartilhe no Google Plus

Sobre CHICO DUVALLE

Chico Duvalle - Jornalista DRT-MA 1741 / Radialista DRT-MA 1008
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Enviar um comentário