TENTATIVA DE ANTECIPAÇÃO DE ELEIÇÃO DA MESA DIRETORA COM 7 MESES DE ANTECEDÊNCIA TERMINA COM BADERNA NO PLENÁRIO

LEM: tumultuo marca mais uma sessão da Câmara que termina às portas fechadas

Mais uma vez a Câmara de Vereadores de Luís Eduardo Magalhães vira palco de uma baderna generalizada, quando o presidente da casa, o vereador Fernando Fernandes, tentava colocar em votação o Projeto de Resolução nº 0005/2022, mesmo sem ter sido analisado pela Comissão de Administração e Serviços Públicos.

A sessão foi interrompida diversas vezes pelo público presente que se manifestava contra a Resolução que além de antecipar a eleição da mesa diretora, visa dar ao presidente autorização de fazer as Sessões fora da Câmara, em qualquer lugar, e longe da população.

*Portas fechadas e ovos atirados*
A sessão terminou às portas fechadas, o que é ilegal, e com a presença apenas dos vereadores da oposição na tentativa de garantir a votação da Resolução do golpe. Coincidências à parte, até a transmissão que estava sendo feita para as redes sociais ficaram indisponíveis.

Antes da decisão de se trancar com seus pares da mesa diretora, o presidente da Câmara teve trabalho para se desviar dos ovos que eram arremessados contra ele, tendo como pano de fundo um sonoro “fora Fernandão”.

O que se vê é mais uma medida desesperada do vereador Fernando Fernandes para permanecer como presidente da Câmara. O plano é que posteriormente os vereadores da oposição entrem com um pedido de impeachment contra o prefeito Junior Marabá, para colocar o irmão de Fernando, o vice Filipe Fernandes, como prefeito.
Compartilhe no Google Plus

Sobre CHICO DUVALLE

Chico Duvalle - Jornalista DRT-MA 1741 / Radialista DRT-MA 1008
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Enviar um comentário