ELEIÇÃO 2022: DUAS CIDADES BAIANAS SAEM ‘DA CURVA’

Eleições finalizadas e chega a hora de contabilizar as perdas e ganhos desse pleito marcado pela maior polarização da história recente do Brasil. Ontem, dia 30, por volta das 20horas, os brasileiros acompanharam os resultados das urnas que deu a vitória para o candidato petista, com 50,9% vos votos.

Após perder a eleição com 0,9% de diferença, o presidente Jair Bolsonaro, que obteve 49,1% dos votos válidos, ainda não se manifestou sobre os resultados das urnas, que lhe rendeu 58.206.354 votos.

A diferença foi de 2.139.645 votos foi conseguida, em sua grande maioria, na região mais carente do Brasil, o Nordeste, que sempre foi tratada pelos antigos governos - inclusive durante os 16 anos do PT - como uma sub-região afim de que cumprissem este papel ‘oportuno’ numa possível disputa acirrada.

Na Bahia, dois municípios ficam fora da curva


As cidades de Luís Eduardo Magalhães, localizada no Oeste, e Buerarema, ao Sul, mostraram que são dois municípios, dos 417 existentes, diferenciados do resto da Bahia. Tanto no primeiro quanto no turno das eleições presidenciais deste ano, deram a vitória ao atual presidente Jair Bolsonaro, ficando fora do padrão nordestino.

Luís Eduardo Magalhães deu ao presidente Bolsonaro 31.918 votos o que representa 58,61% do total apurado no município. Já Buerarema deu 59,64% de votação, o que representa 5.292 votos dados ao capitão.


Prefeito em campo

Na região oeste da Bahia o prefeito de Luís Eduardo Magalhães, Junior Marabá (PP), teve a sua aprovação de governo, hoje em 76,4%, refletida na votação de seus candidatos a presidente e ao governo do Estado.


O jovem Marabá apoiou o candidato ao governo do Estado ACM Neto (UB) e lhe deu 70,40% dos votos no município. Foram 37.577 votos capitaneados pelo prefeito que caiu em campo para comprovar a sua força política e manter-se alinhado às diretrizes do seu partido.

Compartilhe no Google Plus

Sobre CHICO DUVALLE

Chico Duvalle - Jornalista DRT-MA 1741 / Radialista DRT-MA 1008
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Enviar um comentário