GOVERNO LULA DISPENSA MAIS 11 MILITARES QUE ATUAM NO PALÁCIO DO PLANALTO

 História por RENATO MACHADO 


BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) aumentou a lista de dispensa de militares que atuam no Palácio do Planalto, em meio à crise de confiança após os atos golpistas de 8 de janeiro.

Foram dispensados nesta quarta-feira (25) 9 militares que atuam na Vice-Presidência da República, em portarias publicadas no "Diário Oficial" da União.

O Gabinete de Segurança Institucional, que também vem dispensando militares em série desde a manifestação golpista, retirou outros 2 integrantes das Forças Armadas de seus quadros, mas por outro lado designou outros 4.

Os militares dispensados da Vice-Presidência da República atuavam no Departamento de Administração e Finanças, na Diretoria de Administração e também na assessoria militar. Também foi exonerado o major Victor Almeida Pontes, que era o chefe da ajudância de ordens da Vice-Presidência.

No GSI, foi exonerado um oficial que era supervisor do departamento de Coordenação de Eventos, Viagens e Cerimonial Militar da Secretaria de Segurança e Coordenação Presidencial do órgão. O outro atuava no departamento de Gestão.

As novas mudanças acontecem um dia após o governo Lula substituir o secretário-executivo do GSI, que é o número 2 da pasta

Compartilhe no Google Plus

Sobre CHICO DUVALLE

Chico Duvalle - Jornalista DRT-MA 1741 / Radialista DRT-MA 1008
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Enviar um comentário